Jornal Correio Popular Notícia
EDUCAÇÃO
Ações do Programa Pé de Meia são destacadas pelo Gaepe-Brasil

Data da notícia: 2024-06-26 18:24:15
Foto: Assessoria/Divulgação
A titular da Seduc, Ana Lúcia Pacini, durante reunião online com os coordenadores do programa federal

Ações coordenadas pela Secretaria Estadual da Educação (Seduc) em relação ao programa Pé de Meia, do governo federal, foram destaque durante reunião online com o Gabinete de Articulação para a Efetividade da Política da Educação no Brasil (Gaepe-Brasil), realizada na segunda-feira (24).

Rondônia tem 64.530 alunos no ensino médio, dos quais 20.360 estão cadastrados no Bolsa Família, principal foco do programa, conforme os critérios estabelecidos pelo governo federal.

De acordo com o governo de Rondônia, a dedicação da equipe de educação em implementar o Programa Pé de Meia vai ao encontro do que o governo tem possibilitado por meio de incentivos e projetos direcionados a programas funcionais, que condicionam o futuro dos jovens rondonienses para o estudo.

O trabalho conjunto é fundamental para garantir que nenhum estudante fique para trás.


Alinhamento

Durante o encontro, a titular da Seduc, Ana Lúcia Pacini, enfatizou as ações implementadas para atingir as metas do programa.
“Implementamos o uso do programa Busca Ativa, para garantir que os estudantes sejam acompanhados de perto e não deixem de frequentar a escola. A Seduc conta com uma plataforma chamada Observatório de Dados/Dashboard, que é utilizada para acompanhar a frequência escolar de cada Coordenadoria Regional de Ensino (CRE). Também realizamos contato com os coordenadores, semanalmente, para tirar dúvidas”, explicou.


Ação Conjunta

No dia 3 de maio, durante uma reunião com o Gaepe Rondônia, foram apresentadas ações do programa no estado, e discutidas estratégias para auxiliar estudantes que enfrentaram dificuldades, como a obtenção de Cadastro de Pessoa Física (CPF). Dessa forma, foi organizada uma ação conjunta, iniciada em 3 de junho, para sanar pendências cadastrais, beneficiando 759 pessoas em municípios como Ji-Paraná, Cacoal, Porto Velho e Guajará-Mirim.

“Nossa ação foi articulada com a Defensoria Pública da União (DPU), com o apoio da Receita Federal, Centro de Referência de Assistência Social (Cras), Seduc, e instituição financeira vinculada ao programa, a fim de garantir que os dados dos estudantes estejam corretos e regularizados. Esse trabalho resultou na inserção de 1.500 novos estudantes no programa em junho. Não pretendemos parar por aqui,” admitiu a secretária.

Fonte: Secom

Notícia vista 1772 vezes


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.