Jornal Correio Popular Notícia
JI-PARANÁ
Produtores indígenas são cadastrados pelo Programa Atende Mais

Data da notícia: 2024-06-20 18:35:37
Foto: Stephanie Rezende/Divulgação
A visita foi organiza pela Associação Indígena Assiza com a intermediação da Fundação Nacional dos Povos Indígenas

A Secretaria estadual de Finanças (Sefin) realizou mais de 160 cadastros pelo Programa Atende Mais de produtores rurais indígenas das etnias Gavião e Arara. A ação foi realizada em 6 de junho na terra indígena Igarapé Lourdes, em Ji-Paraná, com o objetivo de fomentar a economia destes agricultores.

A visita foi organiza pela Associação Indígena Assiza com a intermediação da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) do município. Os servidores da Sefin realizaram palestras sobre direitos e deveres dos produtores rurais com a tradução para língua local com a ajuda da liderança indígena Matilde Sebirop da Silva.

O programa Atende Mais Sefin tem o objetivo de levar serviços fiscais a localidades distantes. Esta formalização aos produtores rurais indígenas permite à venda direta aos comércios, descartando atravessadores e intermediários, permitindo os produtores a obterem melhores negociações em preços.

O secretário estadual da Sefin, Luís Fernando Pereira, o cadastramento é essencial para formalizar esses produtores indígenas e garantir uma renda financeira. Ele destacou que o registro oficializa a emissão de documentos fiscais e disponibiliza o acesso aos benefícios sociais, além de poder participar de compras públicas nos programas de Aquisição de Alimentos (PAA), recorrer a linhas de créditos e financiamentos.

Esses benefícios asseguram maior segurança e prosperidade aos produtores, fortalecendo suas comunidades e contribuindo para o desenvolvimento sustentável da região. A terra indígena Igarapé Lourdes é localizada na Bacia do Igarapé Lourdes e abriga diversas aldeias indígenas que produzem alimentos como banana, abacaxi, abóbora, batata-doce, castanha do Brasil, limão, mamão, milho, entre outros.

As aldeias produzem em média cerca de 125.600 kg por ano e os produtos serão direcionados para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Fonte: Gabriela Suematsu

Notícia vista 1247 vezes


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.