Jornal Correio Popular Notícia
JUNHO VERMELHO
População recebe orientações para se tornar um doador de sangue

Data da notícia: 2024-06-13 18:24:28
Foto: Esio Mendes
Voluntários que quiserem se tornar doadores podem ir aos hemocentros, em cinco municípios rondonienses

Doar sangue exige solidariedade e, sobretudo, atenção aos cuidados e medidas para realização do ato orientado pelo governo de Rondônia sob a coordenação da Fundação Estadual de Hematologia e Hemoterapia (Fhemeron).

Além de requisitos essenciais, a entidade dispõe de acesso presencial para atendimentos e esclarecimentos aos cidadãos, reforçando a Campanha “Junho Vermelho”, cujo objetivo é sensibilizar a população sobre o ato de doar sangue em alusão ao Dia Mundial do Doador, comemorado em 14 de junho.

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha (União Brasil), o estado tem o compromisso de atuar de todas as formas para atender às demandas de insumos, por meio das equipes dos hemocentros.

Segundo a gerente de captação da Fhemeron, Maria Luíza Pereira, é essencial reforçar as orientações acerca do processo de doação, mesmo sendo uma prática conhecida na sociedade.

“Todo voluntário, na doação, passa antes por um cadastro, entrevista, exames, até chegar à etapa de coleta. Ao longo desse processo devem ser atendidos os critérios determinados para coleta do sangue, e só então teremos o resultado”, explicou.

Ainda conforme a gerente de captação, entre os vários requisitos para coleta, é fundamental que o doador tenha entre 16 e 69 anos; tenha mais de 50 kg e esteja alimentado, o que permitirá a coleta da bolsa de sangue, com 450 ml.

Essa quantidade equivale a menos de 10% do volume de sangue extraído de um ser humano adulto, considerando que no corpo há um total de 5,5 litros de sangue.


Onde doar?

O cidadão que quiser se tornar doador pode fazê-lo nos hemocentros, distribuídos nos municípios de Porto Velho (Hemocentro coordenador), Ariquemes, Ji-Paraná, Cacoal, Rolim de Moura e Vilhena, e em agências transfusionais de cidades próximas. O ato de solidariedade também pode ser realizado nos mutirões itinerantes, organizados pela fundação.

A gerente de captação destacou ainda que a Fhemeron mantém parceria com municípios para a realização das ações itinerantes, iniciativa que vem crescendo cada vez mais.

“Temos uma equipe de servidores designada para ir até esses locais, para os quais segue com uma estrutura especializada. Essa logística tem se repetido todos os meses e deve continuar, porque temos boa receptividade e garantia de novos doadores.” afirmou.

Fonte: Secom

Notícia vista 1247 vezes


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.