Jornal Correio Popular Notícia

IBGE
Rondônia tem a maior taxa de alfabetização do Norte

Data da notícia: 2024-05-21 18:15:08
Foto: Assessoria/Divulgação
Dados são do Censo de 2022, que foram divulgados na sexta-feira (17) pelo IBGE

O estado de Rondônia se destacou com a maior taxa de alfabetização da região Norte, 93,6% da população sabe ler e escrever. Os dados são do Censo de 2022 divulgados na sexta-feira (17), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O Amapá fica em segundo lugar no ranking, com 93,5% da população do estado sendo alfabetizada.

Em Rondônia, quando o recorte é por município, Porto Velho é a cidade com a maior taxa de alfabetização, com 95,6%.

O ranking de alfabetização por município conta com as maiores porcentagens em Porto Velho (95,6%); Vilhena (95,3%); Ji-Paraná (94,4%); Guajará-Mirim (94,2%) e Ariquemes (94,1%).

As menores taxas foram observadas em Primavera de Rondônia (87,5%); Cacaulândia (88,1%); Vale do Anari (88,4%); Theobroma (88,4%) e Alvorada do Oeste (88,5%).

A porcentagem é calculada com base na população de 15 anos ou mais. Em Rondônia, existem mais de 1,2 milhão de pessoas nessa faixa etária, ou seja, mais de 79 mil rondonienses não sabem ler ou escrever.

As maiores taxas de analfabetismo estão entre os idosos. De acordo com o IBGE, enquanto a taxa de alfabetização da população com idade de 15 e 19 anos é de 98,9%, apenas 72% dos idosos com 65 anos ou mais sabem ler e escrever no estado.

Quando o recorte é por pessoas acima de 80 anos, a taxa é ainda menor, 57,5% são alfabetizadas.

O Censo também destaca que a taxa de alfabetização entre indígenas é menor em comparação com a população geral. Para os indígenas, o índice é de 87,1% em Rondônia e de 85% no Brasil.

Já pessoas pretas possuem uma taxa de analfabetismo de 9,7%.

Por gênero, o Censo 2022 revela que homens e mulheres, em Rondônia, têm exatamente o mesmo índice de alfabetização, 93,6%. No entanto, em âmbito nacional, os homens apresentam uma taxa de 92,5%, enquanto as mulheres têm uma taxa de 93,5%.

Fonte: e G1 e Rondôniaaovivo

Notícia vista 1396 vezes


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.