Jornal Correio Popular Notícia
MAIO LARANJA
“Operação Caminhos Seguros” combate a exploração sexual

Data da notícia: 2024-05-20 18:22:04
Foto: Ananda Carvalho e DEPCA
Durante a semana, foi realizado um ciclo de palestras em escolas de Porto Velho

Com o objetivo de combater e prevenir a exploração e abuso sexual de crianças, o governo de Rondônia iniciou no dia 8 de maio a “Operação Caminhos Seguros”, uma iniciativa fundamental na luta contra esse tipo de crime. Alusiva à campanha “Maio Laranja”, a operação integra esforços de várias frentes para enfrentar esse grave problema social, reforçando o compromisso do governo de Rondônia em proteger e garantir a segurança e o bem-estar da população infanto-juvenil.

Durante a operação, que é conduzida pela Delegacia Especializada de Atendimento à Criança e ao Adolescente (Depca), estão sendo revisados procedimentos antigos.

O processo envolve a análise detalhada de casos pendentes, com o objetivo de decidir pela instauração de inquéritos policiais ou pelo arquivamento dos procedimentos, conforme o caso. Além disso, a operação prevê a instauração de novos inquéritos e a execução de mandados de prisão em aberto, relacionados ao crime de estupro de vulnerável.


Prevenção

Um dos pontos altos da operação, é a realização de um ciclo de palestras em escolas de Porto Velho, organizado pela equipe psicossocial e composta por psicólogas e assistentes sociais. As palestras visam aumentar a conscientização sobre o combate à exploração e abuso sexual infantil, abordando diretamente crianças e adolescentes para incentivar conversas abertas e denúncias sobre a violência sexual, reconhecendo a importância de envolver os próprios jovens na discussão, tornando-os conscientes de seus direitos e dos recursos disponíveis à sua proteção.

“Ao promover palestras e diálogos nas escolas, estamos não apenas educando, mas também reforçando a atenção às crianças e adolescentes. Precisamos discutir a violência sexual com aqueles que são mais afetados por ela, para que saibam identificar e denunciar abusos,” afirmou a delegada, Cheila Mara Bertoglio, representante da Delegacia Especializada de Atendimento à Criança e ao Adolescente.

Fonte: Secom

Notícia vista 11023 vezes


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.