Jornal Correio Popular Notícia
ALTO PARAÍSO
Estrutura da ponte do rio Jamari não foi afetada e trânsito continua liberado

Data da notícia: 2024-04-02 18:16:12
Foto: Assessoria/Divulgação
Incidente foi causado por uma leve movimentação do solo e equipes do DER agiram rápido nos reparos da cabeceira

A equipe técnica do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes de Rondônia (DER) agiu rapidamente, na segunda-feira (1°), para reparar rachaduras que surgiram no aterro da cabeceira da ponte no rio Jamari, localizada na RO-459, que interliga o município de Alto Paraíso à BR-364 e a outras regiões.

O diretor-geral do DER, Eder Fernandes esteve no local para supervisionar os trabalhos. Ele explicou que o incidente foi causado por uma leve movimentação do solo. “Nossas equipes, incluindo engenheiros, laboratório e topografia, estão avaliando a situação para entender as necessidades de adaptação do terreno”, ressaltou.

Com as ações desenvolvidas, a equipe do DER reforçou o análise e manterá monitoramento para acompanhar as movimentações do terreno e ao mesmo tempo informou que os reparos foram feitos de forma célere para manter o trânsito seguro.

Fernandes assegurou que os reparos necessários nas rachaduras do asfalto e nos suportes do aterro foram concluídos. “Queremos assegurar à população que não há perigo algum e que o tráfego está totalmente liberado, em ambas as direções”, afirmou.


Inauguração

A nova ponte de concreto, construída sobre o rio Jamari, na RO-459, no município de Alto Paraíso foi inaugurada no dia 29 de janeiro pelo governador de Rondônia, Marcos Rocha (UB), garantindo a fluidez e segurança no tráfego de veículos e, principalmente, para impulsionar o escoamento da produção agrícola tanto do município quanto da região.


Estrutura

A estrutura da ponte sobre o rio possui 130 metros de comprimento e 8,80 metros de largura. Na nova ponte, foram usadas 16 vigas, cada uma com 32 metros de comprimento, pesando 45 toneladas.

A ponte também recebeu serviços de aterro, regularização de subleito, sub-base, base e enrocamento com pedra a 360 metros do encontro da ponte com a estrada.

A estrutura conta ainda com revestimento asfáltico de Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ), com cinco centímetros de espessura.

Fonte: Ricardo Barros - assessoria

Notícia vista 1267 vezes


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.