Jornal Correio Popular Notícia



Os helenistas

Data da notícia: 2024-02-05 17:27:19
Foto: Assessoria/Divulgação

Já tive oportunidade de falar sobre diversas personagens dos tempos de Jesus Cristo, como os fariseus, saduceus, samaritanos, essênios etc., faltou um grupo importante para o cristianismo, os helenistas. Em Jerusalém, os judeus que tinham vivido fora da Palestina, haviam adotado certa cultura grega e tinham uma sinagoga particular, onde as Escrituras eram lidas em grego, a Septuaginta. Eram chamados de helenistas. Essa divisão foi transferida para a Igreja Primitiva. Algo bom, já que a iniciativa das missões partirá do grupo helenista.

As viúvas de origem helenista é que foram a causa de Pedro criar a diaconia (At 6,1-6). Sete diáconos, um para cada nação pagã que habitava Canaã: Escolheram Estêvão, homem cheio de fé e do Espírito Santo; Filipe, Prócoro, Nicanor, Timão, Pármenas e Nicolau, prosélito de Antioquia.

Estêvão, cheio de graça e fortaleza, fazia grandes milagres e prodígios entre o povo. Por isso foi preso. Em seu discurso de defesa, Estêvão, inicialmente, mostra a interpretação helenista da Bíblia (a versão Septuaginta e não a Hebraica), como desapego à nação, contra os sacrifícios, contra o Templo material.

Estêvão opta por uma tradição que não está na Bíblia quando coloca na Mesopotâmia e não em Harã o local que Deus aparece a Moisés, confronte os textos: (a) Respondeu ele: Irmãos e pais, escutai. O Deus da glória apareceu a nosso pai Abraão, quando estava na Mesopotâmia, antes de ir morar em Harã (At 7,2). (b) Taré tomou seu filho Abrão, seu neto Lot, filho de Arão, e Sarai, sua nora, mulher de Abrão, seu filho, e partiu com eles de Ur da Caldéia, indo para a terra de Canaã. Chegados a Harã, estabeleceram-se ali (Gn 11,31). 1 O Senhor disse a Abrão: “Deixa tua terra, tua família e a casa de teu pai e vai para a terra que eu te mostrar (Gn 12,1).

Mas não acabou aí, não! Estevão opta por outra versão da tradição, contra o que está escrito no Gênesis: (a) Seus corpos foram trasladados para Siquém, e foram postos no sepulcro que Abraão tinha comprado, a peso de dinheiro, dos filhos de Hemor, de Siquém (At 7,16). (b) Levaram-no para Canaã e enterraram-no na caverna da terra de Macpela, que Abraão tinha comprado, juntamente com a propriedade de Efrom, o hiteu, defronte de Mambré, para ter a propriedade de uma sepultura (Gn 50,13, vide ainda 23,9;25,9;49,30).

Também em Atos não corresponde ao escrito no Êxodo: (a) Mas o que maltratava seu compatriota o repeliu: Porventura queres tu matar-me, como ontem mataste o egípcio? A estas palavras, Moisés fugiu. (At 7,27-29). (b) Mas o homem respondeu-lhe: Queres matar-me como mataste o egípcio? Moisés teve medo... (Ex 2,14-15).

Tampouco o Antigo Testamento chama Moisés de redentor, é um título atribuído a Cristo (At 7,35). Estêvão ainda vê Cristo de pé: Eis que vejo, disse ele, os céus abertos e o Filho do Homem, de pé, à direita de Deus (At 7, 56); uma variação de Lucas: “doravante, o Filho do Homem estará sentado à direita do poder de Deus” (22,69), estaria de pé, talvez, em posição de testemunha do que esteja acontecendo com o primeiro mártir cristão.

Fonte: Mario Eugenio Saturno

Notícia vista 11235 vezes


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.