Jornal Correio Popular Notícia



JI-PARANÁ
Empresa contratada inicia a coleta de lixo

Data da notícia: 2023-12-05 17:31:12
Foto: Assessoria/Divulgação
A empresa possui oito caminhões para atender toda demanda, principalmente nas vias centrais da cidade

Iniciou na segunda-feira (4), a coleta de lixo em Ji-Paraná pela empresa vencedora do contrato emergencial Recicle, com matriz situada em Belém (Pará). A Comissão Permanente de Licitação (CPL) da Prefeitura concluiu, no último dia 24 de novembro, o processo de licitação para a empresa atuar na coleta de resíduos sólidos no município.

De acordo com o atual secretário da Semeia, Marcos Pereira, a empresa possui oito caminhões para atender toda demanda, principalmente nas vias centrais da cidade. Ele informou que a antiga contratada atendia os serviços com cinco caminhões, e que deixou de cumprir o acordo nos últimos dias, causando todo o acúmulo de sujeira até o novo processo ser finalizado.

“Estávamos preocupados para resolver essa situação, sabendo da necessidade de manter uma cidade limpa e livre de animais que causem decorrências à saúde pública para população. Em poucos dias vamos normalizar todas as ocorrências e orientar, por meio de divulgação, as rotas de coleta de resíduos “, declarou o secretário.

Para o coordenador operacional da Recicle, Josivan Teixeira Capistrano, o objetivo neste primeiro momento é regularizar, até quinta-feira (7), toda a coleta de resíduos acumulados. Ele informou que após esta primeira etapa, a empresa vai realizar um levantamento para traçar rotas e períodos da manutenção na área urbana.

“Seguiremos nesta semana com três equipes na parte da manhã, de tarde e noite para regularizar as vias e os descartes das residências. Orientamos que as pessoas não deixem lixos em canteiros e nem travessas de trânsito para não espalhar restos nas ruas”, concluiu.

O contrato emergencial de aproximadamente R$ 5 milhões é para o período de 180 dias. De acordo com o contrato, os veículos coletores não devem ter mais de cinco anos de uso, ter no mínimo sete unidades tipo “toco”, no qual passará para uma inspeção técnica.

Outras empresas como a RLP RO (Limpeza Pública e Coleta de Resíduos Sólidos), Tectal (Tecnologia Ambiental) e a FG (Soluções Ambientais) participaram da licitação, mas perderam.

Fonte: Gabriela Suematsu - CCS

Notícia vista 1467 vezes


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.