Jornal Correio Popular Notícia


TRADIÇÃO
Público terá a entrada gratuita na arena do Duelo na Fronteira

Data da notícia: 2023-10-06 17:29:40
Foto: Samy Otto/Secom
As disputas dos bois Flor do Campo e Malhadinho ocorrerão de 13 a 15 de outubro em Guajará-Mirim

O município de Guajará-Mirim realiza, no período de 13 a 15 de outubro, o aguardado “Duelo na Fronteira”. Em 2023, o evento ganha nova vida pelas mãos do governo de Rondônia, por meio da Associação Waraji e prefeitura. De acordo com os organizadores, os portões do bumbódromo vão abrir às 19h, com entrada gratuita, para proporcionar ao público, uma experiência de disputa e tradição entre os emblemáticos bois Flor do Campo e Malhadinho.

O festival folclórico de Guajará-Mirim, conhecido como “Duelo da Fronteira”, tem raízes na história local. Iniciado em 1995, ele é fruto de um projeto da União Municipal das Associações de Moradores, com o apoio da Fundação Universidade Federal de Rondônia (Unir). O evento ganhou vida e se tornou uma tradição. No 3º festival, em 1997, nasceu o “Duelo da Fronteira”, uma competição acirrada entre os dois principais bois-bumbás da região: Flor do Campo e Malhadinho. A rivalidade cresceu, marcando o evento com apresentações cativantes e disputas emocionantes. A cada edição, apenas um dos bois é consagrado vencedor, alimentando a disputa e o entusiasmo dos espectadores.

Os anos seguintes testemunharam a alternância de vitórias entre Flor do Campo e Malhadinho, cada agremiação deixando sua marca na história do festival. O empate simbólico de 2004 refletiu o clima de competição entre as agremiações. Malhadinho dominou as edições de 2005 a 2008, estabelecendo uma sequência de vitórias, exceto em 2013, quando o evento não ocorreu. Até 2016, o Boi Bumbá Malhadinho manteve a posição de grande campeão.

Em um importante passo para a preservação e valorização do patrimônio cultural de Rondônia, o governo estadual emitiu o Decreto nº 28.455, datado de 21 de setembro de 2023, registrando oficialmente o Festival Folclórico de Guajará-Mirim: “Duelo na Fronteira” como patrimônio cultural de natureza imaterial. O reconhecimento público reforça o compromisso das autoridades com a proteção das expressões culturais e a preservação sob a responsabilidade do poder público.

Fonte: Secom

Notícia vista 14634 vezes


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.