Jornal Correio Popular


INFRAESTRUTURA
Mais de 1000 km de asfalto são destinados aos municípios

Data da notícia: 2022-06-21 18:30:03
Foto: Daiane Mendonça e Frank Néry
Estimativa do governo de Rondônia é que todas as demais obras do “Tchau Poeira” iniciem no segundo semestre

O governo de Rondônia ultrapassou a marca de mil quilômetros de asfalto destinados aos municípios. Esse montante corresponde a todas as obras que já possuem comprometimento orçamentário. O que abrange serviços de microrrevestimento, recapeamento e asfalto novo para os 52 municípios.

Em pouco mais de um ano, já foram executados mais de 180 quilômetros, com investimento de mais de R$ 55 milhões, e 14 frentes de trabalho estão em andamento nos municípios de Porto Velho; Costa Marques; Cacoal; Ariquemes; Rolim de Moura; Alvorada do Oeste; Vilhena; Pimenta Bueno; Ji-Paraná; Candeias do Jamari; Ouro Preto do Oeste, Novo Horizonte; São Miguel do Guaporé e Jaru.

“É possível o governo estar levando recurso para as cidades, porque foi feita uma gestão responsável, pensando em levar benefício à população de todos os municípios. O estado é triplo ‘A’ em solidez fiscal e nota ‘A’ em transparência dos dados contábeis. E essas são obras que irão trazer mais qualidade de vida aos moradores, que se sentirão mais seguros e terão mais dignidade, além disso, contribuem para a transformação do estado de Rondônia”, afirma o governador de Rondônia, Marcos Rocha.

A previsão é que no segundo semestre deste ano, todas as frentes de serviços sejam ativadas e até o final de 2023; mais de mil quilômetros de asfalto sejam aplicados nos 52 municípios. Deste total, mais de 560 quilômetros são asfalto novo; mais de 540 km são de recapeamento e ultrapassa a 100 km, o microrrevestimento.

A ampliação da malha viária urbana pavimentada ou recapeada nos municípios rondonienses é realizada com recurso próprio do Poder Executivo, e faz parte do Projeto ‘‘Tchau Poeira’’ lançado em maio do ano passado, com a destinação de mais de R$ 660 milhões.

O coordenador do “Tchau Poeira”, projeto vinculado à Casa Civil, Rodrigo Flávio da Silva explica que a ideia surgiu da preocupação do governo, em destinar o superavit, que o Executivo havia conquistado, em algo, que fosse fazer a diferença na vida dos rondonienses.


Fonte: Vanessa Moura - Secom


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.