Jornal Correio Popular




DESENVOLVIMENTO
Rondônia é eleito representante da Ater

Data da notícia: 2022-05-06 18:40:47
Foto: Assessoria/Divulgação
Inovação e novas perspectivas para os serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural

A 61ª Assembleia Geral Ordinária da Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer), reuniu 25 entes federativos para debater tema relevante para o futuro do desenvolvimento agropecuário no país. A reunião foi realizada na sede da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater/GO), nos dias 28 e 29 de abril. No evento realizou-se eleição dos novos membros para a diretoria e foram apresentadas propostas inovadoras ao fortalecimento das entidades de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater).

O diretor-presidente da Emater Rondônia, José de Arimateia da Silva esteve presente nos dois dias do encontro e voltou animado com as perspectivas para o setor. Segundo Arimateia, a Asbraer trouxe a nova proposta de Ater pública, que inclui a criação de um Fundo para custear os serviços públicos. “Essa é uma proposta inovadora e está sendo entregue a todos os presidenciáveis, a fim de garantir recursos para os serviços da Ater pública”, explica.


Inovação

O fortalecimento da Asbraer, enquanto entidade que abraça todas as emateres do país, também foi tema de discussão. A proposta levada em pauta, foi uma abertura para que entidades de pesquisa e regularização fundiária possam ser inseridas na associação.

“Das 27 entidades federativas existentes no país, 11 já atuam e têm em sua nomenclatura a pesquisa e extensão rural, e três ainda incluem a regularização fundiária”, diz José de Arimateia.

Pesquisa, assistência técnica, extensão rural e regularização fundiária têm que caminhar juntas para melhor atender aos anseios da família rural. Com essa perspectiva, foi apresentado o programa “Produzir Brasil”, que visa apoiar o setor público no desenvolvimento do agronegócio e na melhoria da qualidade de vida do produtor familiar em projetos de assentamentos, e a desburocratização do programa “Terra Brasil”, de crédito fundiário, que proporciona aos agricultores sem acesso à terra ou com pouca terra a compra de imóvel rural.

Ainda com relação ao crédito rural, a Asbraer levantou a proposta de ampliação das linhas de crédito do programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), por meio da Caixa Econômica Federal. “A ideia é ampliar o leque de oportunidades ao produtor familiar, oferecendo o financiamento também pela da Caixa”, ressalta o presidente da Emater, complementando que o superintendente nacional da Caixa Econômica Federal, Jaime Daniel da Silva, presente no evento.

José de Arimateia lembrou ainda que, a Emater Rondônia tem se empenhado e continua trabalhando para acelerar o processo de implantação da Ater digital no Estado. “Já implantamos nosso sistema de gerenciamento de Ater, o Sigater, e temos estruturado a Entidade com aquisição de veículos, computadores e tabletes para que nossos extensionistas possam estar sempre lá na ponta, prestando a assistência necessária às famílias rurais”, finaliza.


Fonte: Wania Ressutti - Assessoria


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.