Jornal Correio Popular


SEMANA DA PÁTRIA
Mesmo sem desfile cívico, Governo realiza ato simbólico

Data da notícia: 2021-08-31 19:12:22
Foto: Daiane Mendonça
Governo de Rondônia tem uma programação que inicia dia 1º de setembro com ato simbólico

Atendendo a Portaria Nº 2.621/GM-MD, de 5 de agosto de 2020, do Ministério da Defesa de não aglomerar e de manter os protocolos sanitários de segurança no enfrentamento à Covid-19, o Governo de Rondônia se une à população para prestar suas homenagens à Nação neste 7 de setembro, para celebrar a vida, o amor e a fé no Brasil, que comemora 199 anos de independência.

A programação não prevê desfiles, em virtude da pandemia, mas está organizando para o dia 1º de setembro, um ato simbólico com a presença do governador Marcos Rocha, dos chefes de poder do Estado, autoridades militares e de autoridades estaduais e municipais, nas escadarias do Palácio do Governo, para abrir a Semana da Pátria, com a devoção de quem ama incondicionalmente a Nação e de quem vive em alerta constante para defender sua honra e seus valores, terra de todos nós, lar de todos nós.


A Independência do Brasil

Num giro rápido pela história, é possível fazer uma breve digressão sobre a epopeia da Independência do Brasil. Seria um dia comum se não houvesse um desejo incontrolável de ser livre que tomou os sentimentos de Dom Pedro I, no longínquo 7 de setembro de 1822, que testemunhou a coragem do jovem regente para cortar os laços da submissão que unia o Brasil a Portugal, com o domínio deste último, por todos os motivos que justificavam sua presença superior nesta relação.

Esse gesto nobre e de coragem de Dom Pedro deve permanecer vivo na memória de todo brasileiro com o melhor dos sentimentos, para servir de exemplo de grandeza de um povo, pelo simbolismo que o ato encerra, e que deve servir à conduta de todo cidadão brasileiro e a autodeterminação do povo neste momento especial que o país está vivendo, em que todos devem estar unidos na defesa do progresso e de seus valores e princípios constitucionais e legais em que se destacam a liberdade (sonho de Dom Pedro) e a defesa intransigente da democracia e do Estado de Direito.


Bicentenário em 2022

Pois bem, chegamos aos 199 anos da Independência do Brasil, e no ano que vem, em 2022, vamos celebrar seu Bicentenário com homenagens diversas àqueles que tomaram parte deste processo ou que dele fizeram a razão de suas vidas rumo a construção de uma grande nação no carregada de simbolismo que procuramos até hoje firmar e manter prosperidade, desenvolvimento e liberdade.

No próximo 7 de setembro, em 2022, já terão passados 200 anos da epopeia do grito de “Independência ou morte” às margens do Rio Ipiranga, que marcou a vida do Brasil como nação (livre) e que restou como importante celeiro para as américas e para a humanidade, fruto de uma vocação admirável de seu patrimônio vegetal, mineral, animal e da personalidade singular de seu povo, ordeiro, trabalhador e generoso, que guarda em si os melhores valores do ser humano, fé e amor ao próximo. O Bicentenário da Independência do Brasil é tema e motivo para comemorações e muitas homenagens Brasil afora nas escolas, nas praças e à vista ou diante dos três poderes da República. Mas caberá a Câmara dos Deputados puxar o cordão dessas homenagens, eis que se autodenomina “poder guardião da história e da memória do Brasil”. Lá os eventos comemorativos vêm se sucedendo desde 2017, com a realização de sessões solenes, exposições, concursos e lançamento de publicações, para lembrar fatos importantes que antecederam a data e que contam essa história.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.