Jornal Correio Popular Notícia

Error updated record: Truncated incorrect DOUBLE value: ''
PANDEMIA
Novo decreto estadual diferencia a classificao das cidades

Data da notícia: 2020-07-06 18:42:38
Foto: Assessoria/Divulgao
Para Jnior Gonalves, as cidades podero requerer o reenquadramento de fase no plano de ao

O Governo de Rondnia prepara decreto que diferencia a classificao de municpios que vo passar a oferecer mais leitos de UTIs para a populao. Com o novo decreto, as cidades podero solicitar o reenquadramento nas fases de enfrentamento do novo coronavrus.

A estratgia trabalhar com as taxas de lotao das unidades de tratamento intensivo (UTI), ou seja, as cidades que tm UTIs e baixa taxa de lotao podero solicitar o seu reenquadramento da fase do Plano de Ao Todos por Rondnia, explicou o chefe da Casa Civil, Jnior Gonalves.

Ele tambm explicou que todos trabalham estrategicamente para vencer a pandemia, mas que fundamental o apoio, principalmente dos prefeitos, a fim de que as aes sejam mais eficazes, e, ao mesmo tempo, permitir que a populao e os empresrios possam experimentar algum espao de autonomia econmica e social, destacou.

Na reunio, o secretrio estadual de Finanas (Sefin), Lus Fernando Pereira, explicou que as cidades que ainda esto enquadradas na Fase 1 e que tm uma taxa de lotao das UTIs municipais abaixo de 80%, podero solicitar o seu reenquadramento para a fase 2.

O parmetro de enquadramento dos municpios nas fases continuam seguindo os critrios da tabela do Plano de Ao Todos por Rondnia, com a diferenciao de que a cidade que dispuser de leitos de UTI e apresentar baixa taxa de ocupao desses leitos, poder solicitar o seu reenquadramento de fase, esclareceu o secretrio.

Para o representante e diretor executivo da Associao Rondoniense de Municpios (Arom), Roger Andr Fernandes, as aes vm alinhar a estratgia estadual com os esforos dos municpios, pois em um estado to grande, os efeitos da pandemia acontecem de forma diferenciada em cada regio, afirmou.

Segundo ele, uma das preocupaes da Arom evitar o estrangulamento econmico de regies que no tem taxa elevada de ocupao de UTI e adotaram medidas adequadas para enfrentamento da doena, mas tiveram a atividade comercial restringida, somente porque esto em uma macrorregio com alta taxa de lotao.

Fonte: Assessoria

Notícia vista 1 vezes


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.