Jornal Correio Popular


Error updated record: Truncated incorrect DOUBLE value: ''
JI-PARANÁ
Obra do esgotamento sanitário começa em fevereiro

Data da notícia: 2020-01-27 10:04:15
Foto: Assessoria/Divulgação
A obra terá uma extensão de cerca de 400 quilômetros de tubulações, beneficiando cerca de 80% da população

As obras para implantação do esgotamento sanitário de Ji-Paraná serão iniciadas no mês de fevereiro. O trabalho de campo começará pelo bairro Boa Esperança, no 2º distrito da cidade. A informação foi confirmada, na sexta-feira (24), ao prefeito Marcito Pinto (PDT), pelo engenheiro André Gaspar, gerente do consórcio responsável pelas obras, e por Gilson Castro Moraes, gestor do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

O consórcio das construtoras A. Gaspar e Proaqua está com a equipe formada e com todos os materiais comprados e em estoque para os serviços. A obra terá uma extensão de cerca de 400 quilômetros de tubulações, alcançando milhares domicílios.

Os investimentos preveem ainda a construção de estações de tratamento de efluentes (ETE), estações de bombeamento e oito lagoas para contenção de dejetos, sendo quatro lagoas anaeróbias e quatro aeróbias, responsáveis pelo tratamento e purificação do esgoto, responsáveis pela devolução da água ao leito do rio Machado em nível de pureza aceitável pelos organismos ambientais.

Marcito Pinto agradeceu a parceria com o governo de Rondônia, especialmente ao governador, Marcos Rocha (PSL), e ressaltou que o esgotamento sanitário é uma obra essencial para a cidade, já que apenas 5% dos municípios brasileiros possuem tratamento de esgoto.

“A implantação deste serviço vai trazer benefícios diretos à nossa população. Com essa obra, Ji-Paraná estará entrando neste seleto grupo de cidades que usufruem dos benefícios de se ter o esgoto tratado, reduzindo inúmeras doenças que são causadas devido a contaminação da água”, ressaltou o prefeito.

Marcito Pinto elencou ainda outros benefícios diretos que serão abrangidos com a implantação do sistema, como a redução dos gastos públicos com o tratamento de doenças no hospital e nos postos de saúde, preservação dos recursos hídricos e até valorização dos imóveis urbanos.
A obra será realizada com recursos federais, oriundos do PAC2, no valor de R$ 150 milhões, e irá beneficiar cerca 80% da população ji-paranaense.

Fonte: Assessoria

Notícia vista 1 vezes


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.