Jornal Correio Popular




JI-PARANÁ
Marcito anuncia lançamento de programa para melhoramento das estradas vicinais

Data da notícia: 2019-08-02 10:21:22
Foto: Assessoria/Divulgação
Estradas nos setores Riachuelo, Gleba G, Itapirema e das Linhas 200 serão beneficiadas pelo novo programa

Nos próximos dias, o prefeito de Ji-Paraná, Marcito Pinto (PDT), irá lançar o Programa Municipal Caminhos da Produção. O conjunto de serviços é voltado à área rural e pretende construir mais de 250 bueiros com boca de ala de concreto, 60 pontes e trabalhar na infraestrutura das principais estradas vicinais coletoras da produção agrícola e pecuária nos setores produtivos do município.
Estão investidos no programa R$ 10 milhões de reais de recursos próprios, que serão utilizados em duas etapas, sendo a primeira já no ano de 2019 e a segunda em 2020.
O Programa Caminhos da Produção envolverá diretamente 50 servidores da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), divididos em quatro frentes de trabalho: terraplanagem; equipes de apoio; pontes e bueiros. Todos trabalhando simultaneamente.
Trechos dos setores das Linhas 200, Riachuelo, Gleba G e Itapirema serão contemplados pelo programa. Na primeira etapa, deve ser recuperadas as linhas do Travessão Municipal, na Gleba G; Linha 12 do Itapirema; Linha 16, no setor das 200; Linha 86, desde a Linha 128 até a divisa com o município de Rondolândia (MT) e Linha Santa Rita, no Setor Riachuelo.
Ao todo, serão 120 quilômetros de estradas vicinais que receberão infraestrutura completa, com o alargamento das vias, ampliação das margens nas, baloamento e regularização das laterais, corte de morros e aterro das partes baixas, terraplanagem, encascalhamento e compactação em toda extensão das estradas.
Marcito Pinto explicou que o programa garantirá mais segurança e qualidade da malha viária rural e também diminuirá à necessidade de manutenção com serviços paliativos, uma vez que serão substituídos os pontilhões de madeira por bueiros de concreto.

Linha União

O prefeito de Ji-Paraná também ressaltou que a Linha União, concluída recentemente pela Semosp, foi o projeto piloto. Esta linha sempre apresentava problemas com atoleiros e quedas de pontes e, nos últimos meses, recebeu atenção especial.
“Nossa intenção é levar a mesma qualidade desses serviços para as outras regiões da área rural. Com essas estradas melhores, o produtor ganha em diversos aspectos. O transporte deixa de ter manutenções, pois o veículo quebra menos e, com isso, o custo do transporte fica mais barato e a produção chega mais rápido ao destino”, exemplificou Marcito Pinto.
A estrada da Linha União, com mais de 28 quilômetros, corta uma importante região produtiva do município, com mais de 100 propriedades rurais de pequeno, médio e grande portes, ligadas à produção de leite, gado de corte e piscicultura.
“A Linha União é o modelo que estamos adotando para o Programa Caminhos da Produção. Somente nesta linha, foram construídos 32 bueiros de vazões simples, dupla e tripla. Todos feitos com as bocas de alas construídas com concreto armado, um trabalho de infraestrutura duradouro que dificilmente apresentará problemas no período das águas”, destacou o prefeito.

Fonte: Assessoria

Notícia vista 128 vezes


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.