Jornal Correio Popular




ELETROBRAS
Justiça suspende leilão e conta de luz pode ficar mais cara em Rondônia

Data da notícia: 2018-08-17 18:31:04
Foto: Assessoria/Divulgação
A Eletrobras colocou à venda seis distribuidoras; uma já foi vendida

Em mais um capítulo da novela que se tornou a privatização da Eletrobras, o leilão de venda das distribuidoras da estatal no Norte e no Nordeste do país, marcado para o dia 30 deste mês, foi novamente suspenso, na quinta-feira (16) pelo órgão especial do TRT-RJ (Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro).
A suspensão liminar atende a uma ação movida por sindicatos do setor, que pedem um estudo de impacto trabalhista da venda de cinco distribuidoras, dos estados de Amazonas, Rondônia, Acre e Alagoas. Apenas a subsidiária de Roraima não é afetada pela ação.
No início de junho, a ação já havia suspendido o leilão, após liminar da 49º Vara do Trabalho do Rio de Janeiro. No entanto, a decisão caiu após o presidente do TRT cassar a liminar. A Eletrobras colocou à venda seis distribuidoras, das quais uma já foi vendida: a Cepisa, do Piauí, que foi comprada pela Equatorial Energia.

Energia mais cara
Com a privatização das distribuidoras da Eletrobras ameaçada, especialistas alertam que as tarifas de energia podem ficar ainda mais caras.
Atualmente, os reajustes têm sido, em média, de 15%. Porém, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) já abriu uma audiência pública para discutir a revisão do orçamento de 2018 da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), que prevê aumento de R$ 1,446 bilhão nas cotas anuais a serem pagas pelas concessionárias de distribuição de energia elétrica, recursos pagos pelos consumidores.

Fonte: Assessoria

Notícia vista 134 vezes


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.