Jornal Correio Popular



14 pessoas são diagnosticadas com hanseníase
A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) divulgou o número de casos de hanseníase, confirmados durante o mutirão de exames e orientações realizados na carreta do Projeto Roda Hans. Das 194 pessoas atendidas, 14 receberam o diagnóstico de hanseníase, por meio de exames e consultas médicas com dermatologistas e especialistas na doença. Segundo a diretora do Centro Especializado em Patologias Tropicais (CEPT) Pe. Adolfo Rohl, Marcelle Carvalho Gil, essas pessoas já iniciaram o tratamento e receberão atendimento de seis meses a um ano, de acordo com a necessidade, com medicamentos e orientações. “O mutirão realizado na carreta, que ficou estacionada no ginásio Gerivaldão durante três dias, foi importantíssimo. Temos a certeza de que ajudou na divulgação do trabalho que a prefeitura já faz. Essa doença é grave, transmissível e tem que ser tratada. Muitas pessoas podem estar transmitindo a hanseníase e não sabem. A transmissão já é interrompida quando o paciente toma a primeira dose da medicação. O diagnostico precoce é importante para que não haja sérios problemas que possam impedir a pessoa de ter uma vida normal”, explicou a diretora. O CEPT oferece atendimento gratuito às pessoas com hanseníase, atendendo pacientes de Ji-Paraná e dos municípios da região central de Rondônia. Com o acompanhamento de profissionais especializados e medicamentos. O centro também faz orientações e trabalhos de prevenção....


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.