Jornal Correio Popular




BANCO DA AMAZÔNIA
Renegociação de dívidas encerra em 60 dias
Produtores rurais inadimplentes da região Amazônica têm até 29 de dezembro de 2017 para renegociar as dívidas. Essa renegociação foi aberta pela Lei nº 13.340 de setembro do ano passado, que permite recalcular as dívidas ou liquidá-las com concessão de rebates que podem chegar a 85% de desconto. Para o agricultor familiar Reinaldo Martins, residente em Benevides (PA), a renegociação foi uma excelente oportunidade de alavancar sua atividade. “Paguei minhas dívidas e fiquei com crédito livre para pegar um novo financiamento para ampliar a minha venda”, comentou. Reinaldo Martins é cliente do Banco da Amazônia há doze anos e é fornecedor de frangos. Atualmente, ele vende por mês uma quantidade de 70 mil frangos. Mas sua meta é aumentar a venda para 150 mil unidades do seu produto. “Essa chance de renegociação para mim foi ótima, porque pude reinvestir meu dinheiro e tenho a possibilidade de dobrar minha produção”, salientou. De acordo com o gerente de Reestruturação de Operações, Manoel Piedade, a Lei 13.340 é uma grande oportunidade para repactuar ou liquidar as dívidas em condições diferenciadas. “Existem mais de 217 mil beneficiários enquadrados na lei em toda a região Amazônica, que totalizam operações de mais de R$ 4,7 bilhões”, informou. “Só no Pará, são mais de 92 mil operações passíveis de renegociação ou liquidação. Até o momento, mais de 6 mil já foram renegociadas. Estamos pedindo que os produtores rurais, principalmente agricultores familiares, venham acessar o benefício, pois a lei permite o alongamento da dívida em dez anos, incluindo carência até 2020, facilitando o pagamento dos financiamentos”, explicou....


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.